25 outubro, 2006

Paxson decidiu

Em 1993 os Chicago Bulls enfrentaram os Phoenix Suns nas finais da NBA. As séries foram um duelo entre Michael Jordan e Charles Barkley.
Chicago venceu os 2 primeiros jogos em Phoenix. Os Suns ressuscitaram e venceram o jogo 3, após 3 prolongamentos. Os de Ilinois adiantaram-se para 3-1, contudo os Suns levaram as séries de volta aoArizona vencendo o jogo 5.
A 6ª partida foi um clássico.
À entrada para o 4º período, os Bulls venciam por 87-79, mas subitamente não lograram qualquer ponto durante mais de 6 minutos.
Com Phoenix a liderar por 98-94 a 2:23 do final, o jogo 7 afigurava-se como uma realidade plausivel.
Após nenhuma equipa ter concretizado durante mais de 1 minuto, Jordan foi de costa a costa e reduziu para 2 a vantagem dos locais.
Uma violação de 24 segundos sem lançar, atribuiu posse de bola à turma de Chicago com 14,9 segundos para jogar.
Todos os olhos estavam em Michael Jordan, contudo sua "Alteza Real" passou para Scotie Pipen que descobriu Horace Grant. Em vez de forçar o lançamento o poderoso extremo assistiu John Paxson que se encontrava para lá da linha dos 3pontos.
À vontade o pequeno base converteu passando o resultado para 98-99, ficando 3,9 segundos para jogar.
Em desespero K.J. ainda tentou, mas Horace Grant bloqueou-lhe o lançamento.
Os Bulls eram campeões pela 3ª vez consecutiva.

6 Comments:

At 12:48 da manhã, Blogger Mats Jagunço said...

Lembro-me desse jogo... Dessa fenomenal jogada daquilo que é a essência do jogo: colectivismo! "Big Phil" foi enorme ao desenhar essa concretização... Bom, muito bom mesmo! A inteligência acima do vedetismo valeu um título!

 
At 8:16 da manhã, Blogger José Cavra said...

O próximo post será sobre o último cesto de Jordan pelos Bulls.
FOi contra os Jazz e valeu o 6º título.
Naquele tempo a NBA era realmente fantástica!
Agora... não!

 
At 3:01 da tarde, Anonymous Porfírio said...

Também me lembro desse jogo. Fabuloso! O Paxson, fazendo parte do 5 base, estava longe de ser uma das estrelas da companhia. Curiosamente, era o meu segundo preferido dos Bulls. O primeiro, como não podia deixar de ser, era o Miguel Jordão.

 
At 8:39 da tarde, Blogger José Cavra said...

e o Pipen, Porfírio?

 
At 9:19 da tarde, Blogger Mats Jagunço said...

Man... Esse 6º título dos Bulls... Os últimos (nessa altura assim se pensava) jogos de Jordan... Lembro-me de ficar uma 6a-feira à noite acordado até às 5h da matina para ver o último jogo de sua alteza real, mas acabou por não o ser porque perderam. O único problema poderia ser ter de esperar mais uns dias, mas não... No dia seguinte tinha um campeonato nacional para disputar!!! Não me perguntem o resultado porque não me lembro, mas deve ter sido bom. Caso contrário teria ficado traumatizado e lembrar-me-ia certamente!

 
At 8:20 da manhã, Blogger José Cavra said...

Belos tempos! eu e o Materazzi ficámos de Sábado para Domingo a estudar contabilidade analítica. parámos das 2 da manha às 5 para ver o jogo 3. ganharam os Bulls e passaram para 2-1 sobre os Jazz.
Qto ao resultado do exame... chumbámos os 2.

 

Enviar um comentário

<< Home