29 abril, 2005

Fiel ou Infiel?

Com toda a frontalidade e competência que já caracteriza este blog,vamos transformá-lo, momentaneamente,numa espécie de estúdio de televisão, adaptando a nossa vertente técnico-táctica aos programas que estão,agora,na moda. É,portanto, tempo de analisar a fidelidade de alguns jogadores aos clubes que os formaram ou mesmo aos seus actuais clubes.
O primeiro exemplo vem de um jogador da Instituição.Falamos de Simão,aquele que afirmou ,em tempos, só admitir um regresso a Portugal ao seu clube do coração,o Sporting.

Vislumbrem todo o seu amor à camisola. Nada faria prever o cenário que hoje se conhece no maior rival dos "leões",nem mesmo o adepto mais calculista seria capaz de prever tamanha traição.Com isto,o diagnóstico é: INFIEL!

Com o 1º concorrente chumbado,passamos ao próximo.Vem de Setúbal e é um dos maiores exemplos de paixão ao clube que o viu nascer e no qual hoje ainda joga.É o grande capitão das margens do Sado: Hélio!
Apesar de alguns assédios por parte dos "grandes",já vai em 17 anos com a camisola verde e branca.

Como é óbvio,o diagnóstico é: FIEL!

O homem que se segue é do norte e representa um clube que merece toda a nossa consideração pela classe emprestada ao futebol português.Chama-se Paulo Alexandre,é do Desportivo de Chaves,tem 34 anos e desde que o conhecemos que lá joga.Sem dúvida,sai de campo com resultado favorável: FIEL!!!


Chegamos ao mítico Manuel Rui Costa.Este é o caso mais complicado.Todo um misto de dúvida e hesitação está por trás desta suposta fidelidade de Rui Costa ao Benfica,mas a última renovação de contrato parece ter tirada as esperanças aos adeptos encarnados que,segundo um estudo divulgado por Luís Filipe Vieira,tem 14(?Terá?!) milhões de adeptos no mundo,sem contar com canários e gambuzinos. Basta o rapaz chorar para todos acreditarem no seu amor ao clube,mas o ano de regresso é cada vez mais uma miragem.É Fiel...ao livro de cheques do Berlusconi.




Acabamos esta sessão com uma dupla de renome: Luis Filipe Vieira/José Veiga. Sim,era suposto falar de jogadores,mas estes dois são de obrigatória referência quando de trata de amor à camisola. LFV é sócio do Sporting e do Porto(ah pois...é só para ir ás piscinas), enquanto Veiga foi Dragão de Ouro em 1989 e presidente da casa dos "dragões" no Luxemburgo. Duas pessoas sérias,portanto. A sentença é dada com relativa naturalidade: Fiéis a quem lhes dá dinheiro,porque eles querem é poleiro.

2 Comments:

At 4:21 da tarde, Anonymous astropastor said...

Que maravilha de artigo. Um bom trabalho malta da tropa.

 
At 4:24 da manhã, Anonymous Anónimo said...

so uma correcção: o paulo alexandre não foi de todo fiel dado que jogou uma epoca no desp.aves e na qual chegou mesmo a marcar um golo à sua equipa do coração...

 

Enviar um comentário

<< Home